quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Nome magico parte 3

Nome Mágico ou Nome Pagão


Algumas Tradições, e por consequência alguns autores, usam maneiras diferentes para dispor do nome utilizado na Arte. Ou melhor da forma como é utilizado. 


Vou colocar aqui a opinião de Raymond Buckland, conforme ele refere, o nome Mágico ou de Bruxo: 


"A maioria dos wiccanos tem um nome mágico, ou nome de bruxo, que usa dentro da Arte. Ao contrário do nome que você recebe quando nasce, esse é você quem escolhe, portanto seja cuidadoso. (Se preferir manter o nome de batismo tudo bem). 
Ao escolher esse nome, eu recomendo que siga algumas orientações que eu darei em seguida. Quando eu fui iniciado pela primeira vez, em 1963, o coven do qual eu me tornei membro deu-me uma lista de nomes para que eu escolhesse um deles. Como solitário, você não terá uma lista de nomes, o que significa que poderá escolher o que quiser.


Quando se tornar um bruxo, você passará por um renascimento. Começará uma vida nova. Algumas pessoas inventam um nome, outras adotam o nome de um bruxo famoso do passado e outras usam o nome de uma divindade, embora eu pessoalmente ache a última opção um tanto presunçosa, ela se tornou uma prática comum. (É claro que, se fizer essa opção, você acabará percebendo que existem dúzias de bruxos com o mesmo nome que o seu, como Cerridwen, Merlin ou algo parecido. Eu acho melhor que você escolha um nome que seja só seu). 


Você poderia escolher um que tivesse um ar de Bruxaria, mas por que não fazer a coisa da maneira mais correta? Por que não selecionar um nome apropriado do ponto de vista mágico, usando para isso a numerologia?


Comece encontrando o seu número de nascimento e, então escolha um nome que tenha o mesmo número, quando somado o valor de suas letras, pois por ter o mesmo valor terá as mesmas vibrações, e será, dessa forma o nome certo para você do ponto de vista mágico.


Ele ainda recomenda o fato de ter um nome simples ou composto.




Por Buckland in O Guia da Tradição Wicca para Bruxos Solitários. 
Fonte: Vassoura da Bruxa

0 comentários:

Postar um comentário